“Esta ampliação é parte de um conjunto de ações que visam ampliar e qualificar a detecção precoce do câncer de mama, objetivando diminuir a mortalidade dessa doença”, acrescenta a secretária Cláudia Pires.

A estratégia de rastreamento do câncer de mama em Estância Velha ganha reforço com a ampliação da oferta de mais 500 exames, além dos já oferecidos. O anúncio foi feito pela Secretaria de Saúde, que já iniciou o chamamento das mulheres que aguardavam na fila para realizarem o exame.

A orientação da Secretaria é de que as mulheres que já encaminharam a requisição aguarde o contato da equipe. Já aquelas que receberam requisição recentemente, que procurem a Secretaria para fazer o encaminhamento o mais breve possível.

De acordo com a secretária Cláudia Pires, o objetivo é oportunizar que toda mulher na faixa etária preconizada regularize o exame de mamografia. “Ele (o exame) deve ser feito a cada dois anos ou conforme orientação médica”. “Esta ampliação é parte de um conjunto de ações que visam ampliar e qualificar a detecção precoce do câncer de mama, objetivando diminuir a mortalidade dessa doença”, acrescenta Cláudia.

“Temos um contrato vigente em que são realizadas 140 mamografias por mês. Mas decidimos ampliar pela demanda. Reduzir a fila de espera é nosso propósito não só nessa especialidade, como em outras, e é neste sentido que nossa equipe está trabalhando”, coloca o prefeito Diego Francisco.

O prefeito explica que ainda no mês de junho foram realizados 64 exames de mamografia além da cota mensal. Neste mês (julho), a Administração irá fazer 186 exames a mais da cota. O restante da cota será utilizada até o mês de outubro, quando é comemorado o Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama.

Data de publicação: 18/07/2022

Créditos: Isaías Rheinheimer

Créditos das Fotos: Isaías Rheinheimer/PMEV

Compartilhe!