O tatu-galinha passou por um período de tratamento para curar os ferimentos

A Prefeitura de Estância Velha, por meio da Secretaria de Segurança, Esporte e Bem-Estar (SESEBE), e o Departamento da Causa Animal, segue trabalhando firme na preservação de espécies, especialmente animais silvestres. Há dez dias foi resgatado um tatu-galinha (Dasypus Novemcinctus) que havia sido atacado por cães, no bairro Campo Grande.

O animal, de pequeno porte, passou por um período de tratamento com a veterinária da SESEBE, Tatiana Guerra, para curar os ferimentos e se recuperar do incidente. Após receber os devidos cuidados, ele foi liberado, na tarde desta segunda-feira, 1º de abril, em seu habitat natural.

Antes de ser devolvido à natureza o pequeno animal ainda fez uma boa refeição. “Importante ele estar alimentado até se ambientar novamente ao seu habitat, já que passou dez dias sendo alimentado por nós”, explicou a veterinária Tatiana Guerra, que tratou pessoalmente de todo o processo.

Denúncias
O Departamento da Causa Animal lembra que matar, perseguir, caçar, apanhar ou utilizar espécimes da fauna silvestre é crime ambiental. A recomendação para qualquer suspeita de captura e/ou cativeiro de animais silvestre é fazer imediatamente a denúncia ao Departamento da Causa Animal através do telefone (51) 3561-4050 ou whats 9673-8654.

Fonte: PMEV

Data de publicação: 01/04/2024

Créditos: Sandra Costa (PMEV)

Créditos das Fotos: Sandra Costa (PMEV)

Compartilhe!